Logo OOM
EN  PT
HOME DIVULGAÇÃO PROJETOS PRODUTOS EDUCAÇÃO PUBLICAÇÕES PESSOAS INSTITUIÇÕES DOCUMENTOS Facebook LinkedIn youTube
PESSOAS


.
Rui Caldeira

Comissão diretiva - Director

Rui Caldeira é investigador e cofundador do CIIMAR-Madeira. Concluiu o seu doutoramento na Universidade da Califórnia, Los Angeles (EUA), em 2002. Antes disso, fez um Bacharelato em Ciências Oceânicas e um Mestrado em Ciências Marinhas Aplicadas, na Universidade de Plymouth, no Reino Unido. Teve experiências de pós-doutoramento na Universidade de ‘New South Wales’, na Austrália (2003), e no "Instituto Superior Técnico" da Universidade Técnica de Lisboa (2006). Em 2009, foi contratado como Investigador-FCT pelo CIIMAR, e presentemente é também Professor Afiliado de oceanografia física do ICBAS (Univ. Porto). Além de ter vários artigos científicos publicados em revistas da especialidade, bem como dezenas de participações em conferências internacionais, a sua principal contribuição foca-se no estudo dos fluídos geofísicos da camada limite, nomeadamente nas esteiras induzidas pelas ilhas. Ele é considerado por alguns um "especialista mundial" neste tópico e está atualmente a participar em vários projetos nos EUA, França, Espanha e Brasil. Além de estar a coordenar a escrita de uma monografia nesta área, é frequentemente consultado para avaliar artigos de revistas científicas e propostas da "NSF-National Science Foundation" (EUA) neste tópico. Mais recentemente foi eleito o Diretor (e representante) do Observatório Oceânico da Madeira (OOM).
+ info
Joao Clode

Comissão diretiva - Vogal

João Canning Clode é Investigador Auxiliar no MARE - Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, Portugal. Tem vários interesses de investigação na área das ciências marinhas e tem formação em biologia e ecologia marinha, biogeografia marinha e invasões marinhas. A sua investigação tem incidido sobretudo em comunidades marinhas bentónicas. Licenciou-se em Biologia pela Universidade da Madeira, Portugal em 2005 e completou um doutoramento em Oceanografia Biológica e Ciências Marinhas no GEOMAR Helmholtz Centre for Ocean Research Kiel, Alemanha, em 2008. De 2009 a 2011, efetuou um pós-doutoramento no Laboratório de Investigação em Invasões Marinhas no prestigiado Smithsonian Environmental Research Center (SERC), em Maryland, EUA, e também no Smithsonian Tropical Research Institute (STRI) na Cidade do Panamá, Panamá. Desde que completou o seu doutoramento, o João já publicou mais de 45 publicações, algumas das quais em revistas de alto impacto como a Nature, PLoS Biology ou Global Ecology and Biogeography. É também o editor científico do recente livro “Biological Invasions in Changing Ecosystems”. Em 2013 fundou o seu próprio grupo de investigação – Canning-Clode Marine Lab (www.canning-clode.com) focado essencialmente no estudo das invasões biológicas em sistemas marinhos. O seu grupo de investigação está sediado na ilha da Madeira. O João é também o Coordenador Científico do polo da Madeira do MARE. Até a data, a sua investigação tem tido cobertura mediática em vários países.
+ info
Carlos Andrade

Comissão diretiva - Vogal

Carlos Andrade é o Chefe da Divisão de Aquacultura Marinha da Direcção Regional de Pescas da Região Autónoma da Madeira (Portugal) e é atualmente responsável pelo Centro de Maricultura da Calheta. O Carlos é licenciado Biologia Marinha pela Universidade de Lisboa, tem um Mestrado em Gestão de Recursos Aquáticos pelo King´s College da Universidade de Londres e um Doutoramento em Biologia Marinha e Aquacultura pela Universidade de Lisboa. Trabalhando principalmente para o setor público, tem coordenado os planos de desenvolvimento da aquacultura marinha para a Madeira. Após um período de experiência a estabelecer projetos de piscicultura offshore, ele está atualmente envolvido no desenvolvimento de metodologias de propagação sustentáveis para a produção em larga escala de espécies de peixes. O Carlos tem também participado em vários estudos de comportamento e de nutrição de larvas de peixes. O Carlos é autor de vários papers em revistas científicas e tem frequentemente participado em conferências internacionais.
Manuel Biscoito

Conselho coordenador - Presidente

Manuel José Biscoito é Biólogo marinho especializado em ictiologia e biologia de águas profundas. Presentemente é Conservador de peixes e vertebrados do Museu de História Natural do Funchal e Diretor do Departamento de Ciência da Câmara Municipal do Funchal. Fundou a Estação de Biologia Marinha do Funchal. É Editor das revistas científicas “Boletim do Museu de História Natural” e “Bocagiana”. Os seus principais interesses de investigação são: biodiversidade marinha, taxonomia de peixes, biologia de águas profundas e ictiologia de ambientes hidrotermais profundos. Mantém um interesse marginal no estudo das aves marinhas da Madeira, em particular a sua migração. Tomou parte em diversas missões oceanográficas no mar profundo, tendo mergulhado nos batíscafos de investigação “Johnson Sea-Link” (EUA) e “Nautile” (França) em diversos locais da Crista Médio-Atlântica, ao largo da Madeira e na Crista Oriental do Pacífico, até 3.000m de profundidade. Participou também em missões com os ROVs “VICTOR 6000” (França) and “Luso” (Portugal) para estudar os peixes de águas profundas da Crista Médio-Atlântica e ao largo das Selvagens. Foi coordenador científico de vários projetos europeus de cooperação transnacional, na área da biodiversidade profunda e dos novos recursos vivos. É membro das sociedades Japonesa, Francesa, Americana e Inglesa de ictiólogos, entre outras. É regularmente solicitado para avaliar a publicação de trabalhos científicos (referee) em revistas como “Cybium”, “Deep-sea Research”, “Journal of the Marine Biological Association of the UK”, etc. É autor ou co-autor de 4 livros, 11 capítulos de livros, 115 artigos científicos e mais de 30 publicações em reuniões científicas e congressos.
Ana Fagundes

Investigadora (membro fundador)

Ana Isabel Fagundes é licenciada em Biologia pela Universidade da Madeira em 2002 e é a actual directora da SPEA-Madeira (Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves). O seu interesse por aves começou em 1999 e toda a sua carreira profissional está diretamente relacionada com a avifauna, através de colaborações e participações em vários projetos de monitorização e conservação. Desde 2004 é responsável pela implementação da estratégia da SPEA na Madeira. Tem participado em vários projetos relativos a aves marinhas e identificação de áreas marinhas importantes para as aves, nomeadamente à "Diagnoses and Minimization of Public Illumination Impact on Seabirds", "LIFE Project Identification of Marine IBAs in Portugal", "LIFE Project Recover of Porto Santo Islets", "LIFE Project SOS Feae’s Petrel", "LIFE Project Yelkouan Shearwater" (desenvolvido em Malta) e "Puffinus Project".
Bernardo Faria

Investigador (membro fundador)

Bernardo Faria formou-se em Biologia Marinha e Pescas pela Universidade do Algarve em 1994 e é atualmente biólogo do Serviço do Parque Natural da Madeira. Entre 1994 e 1995 foi professor provisório na Escola Secundária Gonçalves Zarco no Funchal. O Bernardo trabalhou como biólogo do Serviço do Parque Natural da Madeira desde 1995 a 2000. Foi também Chefe de Divisão da Direção Regional do Ambiente e Planeamento entre 2003 e 2012. Nos mesmos anos desempenhou funções de diretor de Conservação da Natureza na Direção regional do Ambiente.
FCatia Gouveia

Investigadora (membro fundador)

Cátia Gouveia é licenciada em Biologia e especializada em Ambiente e Evolução pela Universidade dos Açores em 2007. Conta com várias colaborações em projetos relacionados com aves durante a sua graduação e fez uma dissertação final sobre a Freira do Bugio nas ilhas Desertas, Madeira. Depois da sua integração na SPEA-Madeira em 2007, participou em diversos projetos de conservação e sensibilização de aves e conservação de habitats. Em 2009, começou um mestrado em Ciências e Sistemas de Informação Geográfica no ISEGI, Universidade Nova de Lisboa e está também a desenvolver vários projetos de investigação que incidem sobre temas relacionados com as mudanças climáticas.
Cecilia Correia

Investigadora (membro fundador)

Cecilia Correia tem 13 anos de experiência em implementação e apoio SAP, sendo responsável pela implementação do SAP na gestão portuária, gestão económica e áreas de manutenção, servindo como mediadora entre as necessidades de negócio e tecnologia. A Cecília é também responsável pela implementação da janela única do Porto Português, servindo como mediadora entre as autoridades e entidades da comunidade portuária da Madeira. Ela tem conhecimento em Safe Sea Net (base de dados europeia), SOLAS, MARPOL e outros regulamentos da OMI. A Cecília também é responsável pelo desenvolvimento, instalação e manutenção das redes de boias de modo a permitir a aquisição de dados meteo-oceanográficas nos mares da Região Autónoma da Madeira; pelo desenvolvimento, instalação e manutenção de projetos diretamente relacionado com a segurança marítima, sistema de identificação automática (AIS) de navios, e também define estratégias de sistemas para desenvolver soluções e suas implementações em projetos regionais, projetos nacionais e outros no âmbito da União Europeia programa de financiamento da União.
Claudia Ribeiro

Investigadora (membro fundador)

Cláudia Ribeiro licenciou-se em Biologia Aplicada aos Recursos Animais – Ramo Marinho em 1998 e doutorou-se em Biologia Marinha e Aquacultura em 2008, ambos pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Portugal. As suas principais áreas de investigação incluem biodiversidade marinha, ecologia marinha costeira (diversidade ictiológica em recifes rochosos, pradarias de fanerogâmicas e áreas marinhas protegidas) e populações de cetáceos no arquipélago da Madeira. Atualmente é bolseira de pós doutoramento no Museu de História Natural do Funchal/ARDITI desenvolvendo uma base de dados de Biodiversidade Marinha. É também investigadora no Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Madeira (CIIMAR-Madeira) e membro da Comissão Científica da Federação Portuguesa de Actividades Subaquáticas (FPAS).
+ info
Dilia Menezes

Investigadora (membro fundador)

A Dília Menezes tem participado e coordenado vários projetos de recuperação de espécies prioritárias, sendo responsável, entre outros, pelo programa de conservação das Pterodromas do Arquipélago da Madeira, do qual se destaca a coordenação dos projetos LIFE – Conservação da freira-da-madeira Pterodroma madeira e LIFE – Recuperação da freira-do-bugio Pterodroma deserta e do seu habitat. Desde 2003 tem estado envolvida na coordenação estratégica de vários projetos LIFE. Desde 2001, que a Dília participa nos vários projetos de recuperação de habitats levados a cabo pelo Serviço do Parque Natural da Madeira, com responsabilidade na área da ornitologia e da entomologia. Conta com várias publicações técnicas e de divulgação em várias áreas com especial destaque na ornitologia (ecologia e biologia de espécies de aves marinhas) e na entomologia. O interesse pela área da entomologia vem desde 1996, quando integrou um projeto de investigação na Universidade da Madeira sobre o estudo das entomocenoses da Laurissilva da Madeira, continuando atualmente a colaborar em projetos desenvolvidos no arquipélago, por uma equipa da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Noutra área distinta, entre 1999 e 2001 integrou o Departamento de Biologia, como Assistente convidada para lecionar algumas práticas no curso de Biologia, nomeadamente: Fisiologia Animal; Invertebrados e Vertebrados.
Francis Zino

Investigador (membro fundador)

Francis John Zino nascido a 31 de dezembro de 1942 no Funchal, educado na Inglaterra, formou-se em medicina em Março de 1966 pela Universidade de Londres. Trabalhou na Inglaterra até 1979. No Funchal trabalha na medicina privada como Médico de família e na Medicina de trabalho. Em 1963 fez parte da expedição multidisciplinar do Museu Municipal do Funchal às Selvagens e desde essa altura tem trabalhado em grande parte com aves marinhas no Arquipélago da Madeira. Em 1985/86 em conjunto com o Dr. Manuel Biscoito e o Engenheiro Costa Neves fundou o Freira Conservation Project que continua até hoje a trabalhar com as Freiras da Madeira e por vezes com a Freira do Bugio. Fez expedições às Bermudas para trabalhar com David Wingate e a Freira das Bermudas, Pterodroma cahow, à ilha de Cabbage Tree na Austrália com Nick Carlile para trabalhar com o Freira de Gould, Pterodroma leucoptera, à Ilha de Stephen na Nova Zelândia com Brian Bell e a Cabo Verde para tentar estabelecer a população da Freira de Cabo Verde, P. feae. Todos os anos vai duas ou três vezes às Selvagens para trabalhar com as aves marinhas.
Joao Delgado

Investigador (membro fundador)

João Delgado licenciou-se em Biologia, com especialização em Ecologia e Recursos Zoológicos da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto em 1988 e tem um mestrado em Ciências da Terra e da Vida pela Universidade da Madeira em 2008. Entre 1987 e 1990 foi professor de Ciências Naturais e Matemática e participou em várias missões de investigação no Arquipélago da Madeira, como Chefe de Missão desde 1990 a 2006. João foi chefe da Divisão de Oceanografia e Biologia Pesqueira da Madeira entre 2002 e 2012. É atualmente o Diretor do Serviço de Investigação e Desenvolvimento da Pesca na Direção Regional das Pescas da Madeira e as suas principais áreas de investigação incluem a biologia pesqueira, avaliação e gestão, sustentabilidade e desenvolvimento social. O João é ainda autor e co-autor de várias publicações no campo da biologia, ecologia e pesca.
Luis Freitas

Investigador (membro fundador)

Luis Freitas é licenciado em Biologia (variante Zoologia) pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, especializou-se com o Mestrado em “Marine and Fisheries Sciences”, pela Universidade de Aberdeen, na Escócia, e defendendo a sua tese sobre a ecologia e conservação do lobo-marinho nas Ilhas Desertas. Participou em seis projetos de investigação científica na área das ciências marinhas entre 1989 e 1995, associados ao estudo de comunidades intertidais, cetáceos e lobo-marinho. Torna-se diretor do Museu da Baleia (Caniçal, Madeira) em 1996 e desde então promoveu cinco projetos de investigação na área da biologia, ecologia e conservação de cetáceos no arquipélago da Madeira e Macaronésia, dois dos quais em parceria com os Açores e Canárias, desempenhando as funções de gestor e cientista principal. Participou também em outros três projetos de investigação em colaboração internacional. Ao longo da sua carreira de investigação publicou 3 livros sobre cetáceos e o lobo-marinho na Madeira, e mais de 15 artigos em revistas científicas nacionais e internacionais, diversos relatórios técnico-científicos, comunicações em conferências internacionais e artigos de divulgação científica. É membro da Sociedade Europeia de Cetáceos, Investigador do CIIMAR-Madeira e Investigador (membro fundador) do OOM. O Luís tem interesses de investigação muito diversificados, e está envolvido na área museológica e da comunicação da ciência através das suas responsabilidades como curador do Museu da Baleia da Madeira e das atividades educativas e de divulgação da mesma instituição.
Manfred Kaufmann

Investigador (membro fundador)

Manfred Kaufmann é doutorado em Oceanografia Biológica e tem um Mestrado em Biologia (majors: Marine Zoologia, Biologia Pesqueira e Química Marinha), ambos do Instituto de Investigação Marinha, Kiel, Alemanha (agora: Helmholtz Centre for Research Oceano Kiel). As suas principais áreas de investigação incidem nas comunidades de fitoplâncton em torno de montes submarinos e ilhas (taxonomia e ecologia), dinoflagelados bentónicos (HAB) e ecologia marinha. O Manfred é professor auxiliar na Universidade da Madeira, tendo larga experiência na formação de graduação e pós-graduação (mestrado, doutoramento). Entre 2003 e 2009 foi parceiro do projeto de investigação e formação GAME (Global Approach by Modular Experiments). O Manfred é investigador associado do CIMAR / CIIMAR, Universidade do Porto, um dos maiores centros de investigação marinha em Portugal, desempenhando também funções de diretor do CIIMAR-Madeira, que promove a investigação marinha e ambiental a um nível mais local. Integrou 10 expedições oceanográficas multidisciplinares internacionais a bordo de navios de investigação totalizando cerca de 200 dias no mar a investigar a dinâmica das comunidades de fitoplâncton em torno de montes submarinos e ilhas. O Manfred participou ainda no programa PCT-MAC2007-2013 transnacional da UE no projecto Gesmar (gestão sustentável dos recursos marinhos 2010-2012) que investigou aspectos ecológicos, geológicos e físicos de uma zona colonizada com ervas marinhas na Madeira. O Manfred é ainda um mergulhador experiente, com mais de 760 horas de mergulho em água salgada e doce.
+ info
Nuno Gouveia

Investigador (membro fundador)

Nuno Gouveia é licenciado em Biologia pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa em 1991. Passou por uma entidade privada onde foi responsável pela produção de espécies protea no período de 1986 a 1988. Nuno foi professor de biologia de 1988 a 1996 e trabalhou no Parque Natural da Madeira de 1994 a 1995. De 1996 a 2002 ganhou experiência em aquacultura off-shore na Divisão de Aquacultura Marinha e foi Chefe das Inspeções Serviço e Pescas de 2004 a 2012. Atualmente, é Chefe da Direção de Serviços de Controle da Actividade da Pesca e Mercados na Direcção Regional de Pescas da Madeira. As suas principais áreas de interesse são o Controle de Pescas e Gestão, biotoxinas marinhas emergentes, conservação da natureza, desenvolvimento sustentável dos recursos marinhos e aquacultura off-shore.
Paulo Oliveira

Investigador (membro fundador)

Paulo Oliveira é licenciado em Recursos Faunísticos e Ambiente pela Universidade de Lisboa e doutorado em Ciências Biológicas pela Manchester Metropolitan University, Reino Unido, onde esteve como investigador associado entre 2003 e 2007. Quadro do Serviço do Parque Natural da Madeira, dirigente desde 1997 e diretor desde 2008. Ao longo do seu percurso profissional tem estado diretamente envolvido na gestão das Áreas Protegidas e Sítios da Rede Natura 2000 da RAM, onde se incluem, aquelas com dimensão marinha e costeira. Numa perspetiva mais operacional tem participado ativamente em projetos dirigidos a habitats e espécies de aves marinhas, em particular na restauração de habitats e espécies de pequenas ilhas e ilhéus (e.g. Ilhas Selvagens, Ilhas Desertas e Ilhéus do Porto Santo, entre outros). O Paulo tem publicado em revistas científicas com alguma regularidade.
Ricardo Araujo

Investigador (membro fundador)

Ricardo Araújo é biólogo marinho envolvido em estudos sobre crustáceos do arquipélago da Madeira. É atualmente o diretor do Museu de História Natural do Funchal e o Curador das coleções zoológicas (Crustacea e outros invertebrados marinhos) do Museu de História Natural do Funchal. Os principais interesses de investigação do Ricardo incluem a ecologia e taxonomia da macrofauna e macroflora das zonas entre marés.
Snadra Hervias

Investigadora (membro fundador)

Sandra Hervias nasceu em Granada, Espanha e tem um Mestrado em Gestão e Saúde da Vida Selvagem e um doutoramento em Ecologia e impacto de mamíferos exóticos em aves marinhas em ecossistemas insulares pelas Universidades de Murcia, de Coimbra (IMAR) e do Instituto de Produtos Naturais e Agrobiologia de La Laguna de Tenerife (IPNA-CSIC). A Sandra trabalha para a SPEA desde 2006, inicialmente como estagiária em São Miguel, nos Açores e nos últimos quatro anos como assistente do projecto LIFE na Ilha do Corvo. Desde Outubro de 2013, é assistente do projecto LIFE Fura-bardos.
Mafalda Freitas

Investigadora (membro fundador)

Teresa Mafalda de Freitas Araújo é licenciada em Biologia Marinha e Pescas pela Universidade do Algarve. É curadora do Museu de História Natural do Funchal e Diretora da Estação de Biologia Marinha do Funchal. A Mafalda é Chefe de Projetos Científicos em Biologia Marinha e tem Formação no Programa de Gestão Pública (FORGEP). Tem interesses nas áreas de investigação de taxonomia de Chondrichthyans principalmente nas espécies de profundidade, faz avaliação costeira e mergulho científico.
Ana Diniz

Investigadora

Ana Diniz licenciou-se em Biologia Marinha e Pescas, doutorando-se em Ciências Biológicas em 2014. As suas áreas de interesse são a dinâmica e ecologia de populações de cetáceos, nomeadamente a distribuição, seleção e uso do habitat; estimativas de parâmetros populacionais; estrutura social; residência e padrões de movimentos, com especial enfoque na região da Macaronésia. Desde 2015 é bolseira de pós-doutoramento da ARDITI.
Aurea Narciso

Investigadora

Áurea Narciso tem um percurso académico ligado à Geologia, tendo-se licenciado no ramo científico de Geologia em 1998 e doutorado, na especialidade de Paleontologia e Estratigrafia, em 2007, ambos pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. A experiência como investigadora no Centro do Clima, Meteorologia e Variações Climáticas da Universidade dos Açores, entre 2012 e 2015, permitiu-lhe alargar o seu conhecimento em temáticas ligadas às ciências biológicas, focando-se, contudo, sempre no mesmo grupo fitoplanctónico – os Cocolitóforos. O seu trabalho consistiu, numa primeira fase, na identificação e quantificação destas algas unicelulares carbonatadas, no seio de sedimento oceânico, ao microscópio óptico petrográfico. Atualmente, e através da mesma técnica, analisa as associações de cocolitóforos presentes em amostras da coluna de água. A principal linha de investigação prende-se com a ecologia e biodiversidade do referido grupo fitoplanctónico ao largo das ilhas e montes submarinos da Macaronesia. O impacto das fontes hidrotermais de baixa profundidade na comunidade de cocolitóforos é outro dos seus interesses. A Áurea é atualmente investigadora pós-doutoral do CIIMAR-Madeira, desenvolvendo o seu trabalho na Estação de Biologia Marinha do Funchal em colaboração com o Professor Doutor Manfred Kaufmann.
Bruno Jorge

Investigador

Bruno Jorge é licenciado em Engenharia Eletrónica e Telecomunicações, pela Universidade da Madeira. Em Março de 2015, iniciou um estágio profissional no CIIMAR-Madeira/OOM. Atualmente trabalha como investigador do OOM (Observatório Oceanográfico da Madeira) no desenvolvimento de um sistema autónomo, alimentado por fontes de energia oceânicas, que permite a monitorização de diversos parâmetros, incluindo parâmetros meteo-oceanográficos.
Carla Freitas

Investigadora

Carla Freitas é licenciada em Biologia Marinha e Pescas (Universidade do Algarve), mestre em Ciências Marinhas e das Pescas (Universidade de Aberdeen, Reino Unido) e doutorada em Biologia (Universidade de Tromsø, Noruega). O seu principal tema de estudo é a ecologia espacial de vertebrados marinhos, através do uso de telemetria. Tem experiência com telemetria de mamíferos marinhos, peixes e tartarugas marinhas. Desde 2016, é bolseira de pós-doutoramento em telemetria de vertebrados pelágicos no OOM. Lista de Publicações
Carlos Lucas

Investigador

Carlos Lucas tem um mestrado em Engenharia Informática na Universidade da Madeira e atualmente trabalha como investigador no Observatório Oceânico da Madeira, no desenvolvimento de aplicativos móveis, implementação de bases de dados, páginas web e produção de múltiplas visualizações de dados ambientais. O Carlos tem como principais interesses as aplicações móveis, a interação humano-computador, visualizações de dados em 3D, tecnologia automóvel e fotografia.
+ info
Catia Azevedo

Investigadora

Cátia Azevedo, é licenciada em Meteorologia, Oceanografia e Geofísica, onde validou um Sistema de Previsão de Agitação Marítima, e mestre em Meteorologia e Oceanografia Física (2015) pela Universidade de Aveiro. Na sua tese de mestrado estudou a Evolução Morfológica e Hidrodinâmica a Curta e Média Escala Temporal - Setor costeiro entre Poço da Cruz e Mira. Atualmente trabalha como investigadora no Observatório Oceânico da Madeira, no estudo da dinâmica sedimentar na praia do Porto Santo. É ainda responsável pela exploração e desenvolvimento do projeto educativo ‘Física da Atmosfera e Oceano – Weather in a tank’. Os seus principais interesses são a dinâmica costeira e a física do oceano.
Filipe Alves

Investigador

Filipe Alves é biólogo marinho, com um Mestrado em Ecologia e um Doutoramento em Ciências Biológicas. Iniciou a sua atividade como investigador em 1998, sendo atualmente membro investigador no CIIMAR-Madeira através do OOM-ARDITI. Tem interesse na área da ecologia marinha insular, tendo-se especializado na ecologia populacional de cetáceos. Foi investigador em vários projetos que envolveram parceiros Europeus, e publica regularmente em revistas peer-reviewed. Já foi várias vezes solicitado por revistas da especialidade para rever artigos científicos, e participou em inúmeras conferências/workshops internacionais. Paralelamente, esteve ligado ao ecoturismo, e lecionou nas Universidades do Algarve e da Madeira.
+ info
Gustavo Silva

Investigador

Gustavo Silva tem licenciatura e mestrado em Geografia Física e Ordenamento do Território pelo IGOT-UL (2016). A sua principal temática de investigação está centrada na gestão costeira, nomeadamente avaliação da susceptibilidade costeira e erosiva, associada a episódios de galgamentos costeiros em faixas ribeirinhas em situações de agitação marítima, com foco nos elementos expostos no litoral, em ambiente SIG. O Gustavo trabalha ainda na criação e gestão de base de dados geográficos e oceanográficos georreferenciados e análise e processamento de imagens de satélite para estudo e caracterização costeira.
Ignacio Gestoso

Investigador

Ignacio Gestoso licenciou-se em Biologia Marinha pela Universidade de Santiago de Compostela, e é doutorado em Ecologia Marinha pela Universidade de Vigo. É atualmente investigador pós-doutoral do MARE-Centro de Ciencias do Mar e do Ambiente. A sua investigação centra-se na ecologia bentónica, nomeadamente os processos ecológicos nas bioinvasiões marinhas, padrões de distribuição e interações bióticas nas comunidades intermareais e das pradarias submarinhas. Tem participado e liderado trabalhos de amostragem em distintos ambientes marinhos, levado a cabo experimentação de manipulação tanto no meio ambiente como em laboratório, assim como experiencia no tratamento de dados e análise estatística. É autor de mais de 12 publicações em revistas científicas internacionais e exerce funções como revisor de artigos científicos para diversas revistas científicas incluídas no SCR e em avaliações de projetos para agências de financiaçao.
+ info
Igor Fernandes

Investigador

Igor Fernandes licenciou-se em Bioquímica no ano de 2012, tendo conluído em 2015 o mestrado em Bioquímica Aplicada, ambos realizados na Universidade da Madeira. Entre o período de 2014 e 2015 integrou um estágio profissional no Laboratório de Biomateriais e Bioanálises da Universidade da Madeira, onde caracterizou os extractáveis lipofílicos por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massa de diferentes alimentos característicos da Madeira. Também, ao longo deste período e até à data, integrou diferentes projetos científicos desenvolvidos pelo laboratório em questão, onde o objetivo principal centrou-se na caracterização bioquímica e lipofílica de vários organismos marinhos, assim como, na modulação de nutrientes com vista à produção de fitoquímicos em microorganismos marinhos.
Jesus Reis

Investigador

Jesus Reis tem uma licenciatura em Meteorologia Oceanografia e Geofísica onde fez a avaliação do transporte sedimentar na Praia de Mira, com recurso a traçadores de areia azul. O seu mestrado é em Meteorologia e Oceanografia Física pela Universidade de Aveiro (2015), onde fez a modelação da dispersão e conectividade larvar a NW da Península Ibérica, numa parceria com o Projeto RAIA.CO. Estagiou também na APRAM onde tratou dos dados da boia-ondógrafa e atualmente encontra-se a realizar estudos de microturbulência e processamento de dados de missões oceanográficas. Os seus principais interesses incidem sobre os processos turbulentos do oceano, meteorologia e oceanografia.
Jose Alves

Investigador

José Alves é doutorado em Ciências Geofísicas pela Universidade de Lisboa, tendo também um Mestrado em Ciências do Mar e Licenciatura em Ciências Geofísicas pela mesma Universidade. Nos últimos anos a sua investigação esteve centrada na aplicação de modelos numéricos com o objetivo de estudar fluxos de calor e momento na interface oceano-atmosfera, particularmente durante eventos de afloramento costeiro, na costa Ocidental da Península Ibérica. Desde 2016 é bolseiro de pós-doutoramento da ARDITI, sendo membro do projeto MARPOCS, onde se pretende desenvolver e implementar um sistema operacional de modelação numérica que permita dar uma resposta eficiente em eventos de derrames de hidrocarbonetos numa região da Atlântico que engloba as ilhas da Madeira, Canárias e a costa de Marrocos.
Luisa Costa

Investigadora

Luísa Costa é Licenciada em Biologia Marinha pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa em 2002. Trabalha na Estação de Biologia Marinha do Funchal desde 2003 no estudo da dieta alimentar, histologia, amostragem e identificação de colheitas. Participou em missões científicas entre 2001 e 2013 no âmbito dos projetos Ventox (Deep-Sea Hydrothermal Vents: A Natural Pollution Laboratory), Pescprof (Recursos Pesqueiros de Águas Profundas do Atlântico Centro-oriental) e Marprof (Bases para a Gestão e Valorização Gastronómica de Espécies Pesqueiras Profundas).
Margarida Hermida

Investigadora

Margarida Hermida é doutorada em biologia pela Universidade do Porto, tendo realizado também a licenciatura em Biologia e o mestrado em Ciências do Mar na mesma universidade. Tem desenvolvido investigação nas áreas de biologia marinha, parasitologia, pescas, e biologia teórica, sendo autora de várias publicações em revistas internacionais indexadas. No âmbito do OOM desenvolveu um trabalho de recolha de dados que culminou na base de dados MadeiraFish bem como a aplicação móvel com o mesmo nome, que reúne informação sobre as espécies marinhas comerciais da Madeira. Desde 2015 é bolseira de pós-doutoramento da ARDITI, com o projeto TUNAMAD, que tem como objetivo a caracterização biológica dos atuns que ocorrem sazonalmente na região da Madeira e o estudo da influência das variáveis ambientais na sua abundância. É investigadora do CIIMAR-Madeira, realizando o seu trabalho em colaboração com a Direção Regional de Pescas.
+ info
Marisa Faria

Investigadora

Marisa Faria é licenciada em Bioquímica desde 2010 e mestre em Bioquímica Aplicada desde 2016 pela Universidade da Madeira. A sua investigação centra-se na síntese de bionanocompósitos, no estudo das propriedades de superfície, morfológicas e estruturais de materiais poliméricos e nas suas aplicações em diversas áreas. É coautora de vários artigos científicos com alta arbitragem cientifica e exerce funções de supervisionamento de estágios curriculares na Universidade da Madeira. Desenvolve trabalhos de investigação com investigadores de Universidades Nacionais e Internacionais na área dos polímeros. Atualmente, é bolseira de investigação do OOM no Laboratório de Biomateriais e Bioanálises na Universidade da Madeira e o seu principal foco de investigação centraliza-se no estudo do efeito de polímeros sintéticos no metabolismo bioquímico em diferentes organismos marinhos da cadeia trófica.
Maria Lima

Investigadora

Maria João Lima é licenciada em Ciências do Meio Aquático pelo Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto, desde Julho de 2016. Desenvolveu o seu projeto final de licenciatura no âmbito do projeto BIOMETORE, com o apoio do Professor Doutor Rui Caldeira, tendo-se focado no estudo dos fenómenos oceanográficos que ocorrem nos montes submarinos da Madeira e dos Açores, de uma perspetiva Lagrangiana. Desde Setembro de 2016 é bolseira da ARDITI, pretendendo continuar com os estudos de transporte Lagrangiano na zona do NE Atlântico. Deste modo, poderá contribuir com informação relevante para a caracterização da biodiversidade destes ecossistemas e para a definição de novas áreas marinhas protegidas. Participou na Campanha BIOMETORE 8, a bordo do navio Noruega e, em breve, pretende enveredar por um mestrado na área de Oceanografia Física ou relacionado.
Miriam Jesus

Investigadora

Miriam de Jesus formou-se em Biologia pela Universidade do Algarve, Faculdade de Ciência e Tecnologia em 2013. Em Janeiro de 2014 iniciou um estágio profissional no Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Madeira/ Observatório Oceânico da Madeira (CIIMAR-Madeira/ OOM) e desde Julho 2014, está na gestão e organização de projetos de divulgação científica e na elaboração de projetos no âmbito da educação para a ciência, sendo o mar a principal temática.
+ info
Natacha Nogueira

Investigadora

Natacha Nogueira é licenciada em Biologia pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e em 2005 concluiu o Mestrado na Universidade de Las Palmas em Aquicultura. Desde 2000, altura em que realizou o estágio curricular, colabora com o Centro de Maricultura da Calheta, Direção Regional de Pescas, tendo ingressado os quadros desse serviço em 2006. No Centro de Maricultura da Calheta teve oportunidade de desenvolver e colaborar em distintos projetos de investigação, tendo elaborado trabalhos e colaborado em artigos científicos na área da nutrição de larvas e juvenis de peixes. Entre 2011 e 2015 trabalhou como responsável de produção de biomassa húmida numa empresa privada de produção de microalgas marinhas, localizada no Porto Santo. Atualmente, regressou ao CMC onde está encarregue de desenvolver trabalhos na área da diversificação de espécies e da fisiologia do stress. Mantem interesse por temas relacionados com a sustentabilidade da aquicultura, nutrição de peixes e informação ao consumidor.
Patricio Ramalhosa

Investigador

Patrício Ramalhosa é licenciado em Biologia Marinha e Dulçaquícola pela Universidade de Queen Mary em Londres em 2005. Em 2007 e 2008, participou num programa internacional GAME (Global Approach by modular Experiments) no GEOMAR Helmholtz Centre for Ocean Research Kiel, na Alemanha. Em 2013, efetuou um estágio profissional com o Dr. João Canning Clode no IMAR-Madeira, onde se concentrou na investigação sobre comunidades incrustantes bentónicas, estudando as invasões biológicas por espécies não indígenas (NIS) na Madeira, Portugal. Em 2014, o Patrício continuou a sua investigação na temática das invasões biológicas com o João Canning Clode no Observatório Oceânico da Madeira (OOM). Encontra-se atualmente a compilar uma extensa e completa base de dados do tráfego marítimo ao longo dos últimos anos em cada porto e marina da Ilha da Madeira. O Patrício tem vários interesses de investigação, nomeadamente em comunidades incrustantes marinhas, invasões biológicas e ecologia marinha. É também autor de publicações em revistas científicas da especialidade.
+ info
Pedro Neves

Investigador

Pedro António Neves nasceu em Lisboa em 1973. Mudou-se para Faro, em 1991 para estudar Biologia Marinha. Em 1993 obteve a sua primeira certificação de mergulhador, e em 1998 obteve a certificação de Instrutor de mergulho. Ainda em 1997 obteve a certificação de Mergulhador Científico à qual se seguiu a de respectivo instrutor em 2005, tendo sido a primeira pessoa em Portugal a obter esta certificação. Depois da licenciatura em Biologia Marinha e Pescas, dedicou-se ao mergulho científico na Universidade do Algarve, primeiro com uma bolsa técnica e depois como Técnico Superior, responsável por um dos primeiros centros de mergulho científico em Portugal. Foi o Mergulhador‑Chefe na UALG entre 1999 e 2011, tendo sido um dos responsáveis pela criação da primeira disciplina de Mergulho Científico integrada numa instituição de ensino superior em Portugal. Durante este período colaborou em dezenas de projectos científicos nas mais diversas áreas, participou em várias expedições científicas, e contribuiu para a formação técnica em mergulho de muitos estudantes, investigadores, técnicos e docentes. Adicionalmente colaborou com a equipa da Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental, integrando a equipa de pilotos/técnicos do ROV Luso e durante 3 anos, trabalhou como piloto de ROV um pouco por todo o mundo. Actualmente é bolseiro de investigação na área da Ecologia subtidal, integrado no projecto OOM.
Paula Canada

Investigadora

Paula Canada é licenciada em Biologia pela FCUL desde 2005, mestre em Aquacultura pela Universidade de Barcelona desde 2010 e concluiu recentemente o doutoramento em Ciência Animal, com especialização em Nutrição, pelo ICBAS – UP. No final da licenciatura, focou o seu interesse em aspectos da fisiologia dos peixes no âmbito de um estágio no OSC – Memorial Univ. of Newfoundland. Mais tarde focou o seu interesse na investigação em Aquacultura, vindo a ter a oportunidade de colaborar com o Centro de Maricultura da Calheta em ensaios de nutrição e nos trabalhos de rastreio sanitário, entre 2007 e 2009. Durante o mestrado adquiriu experiência de trabalho em contexto de produção numa piscicultura off-shore, em Roses, Espanha. Recentemente, no âmbito do doutoramento e do projecto EPISOLE financiado pela FCT, como elemento das equipas do CCMar e CIIMAR, a sua investigação focou-se no potencial para a programação nutricional em peixes, tendo publicado em revistas internacionais indexadas e revistas por pares, com elevado relevo nas ciências aquáticas e aquacultura. Mantém o interesse em desenvolver investigação em Aquacultura, particularmente em nutrição e novos ingredientes para peixes, diversificação de espécies e de produto. No OOM, colabora no desenvolvimento de trabalhos na área da fisiologia do stress.
Raquel Segur

Investigadora

Raquel Tejerina é licenciada em Biologia Marinha pela Universidade de Santiago de Compostela. Realizou embarques como observadora científica e das pescas no Canadá, Costa Oeste de África, Golfo da Guiné e Costa Ibérica e Portuguesa. Já trabalhou em barcos de pesca com artes de arrasto, cerco, “salto e vara” e pesca artesanal e foi assistente de inspector das pescas para o controlo das descargas nos portos da Galiza. Tem experiência na gestão e caracterização das pescarias e também levou a cabo inúmeras actividades de Educação Ambiental relacionadas com o mar em áreas protegidas. Actualmente é bolseira de investigação do Observatorio Oceânico da Madeira onde desenvolve o trabalho de observadora científica a bordo dos barcos de Ruama para a avaliação da pescaria de pequenos pelágicos na Região Autónoma da Madeira.
Ricardo Faria

Investigador

Ricardo Faria é licenciado em Engenharia Mecânica em 2011 e acabou o mestrado em Energias Sustentáveis em 2014, ambos no ISEP. Desenvolveu a sua tese de Mestrado em mecânica dos fluidos computacional. Estagiou no LREC, onde desenvolveu o Atlas da Radiação Solar da Ilha da Madeira e fez modelação hidrológica do 20 de fevereiro: avaliação e comparação de dados de satélite e parametrizações físicas do WRF. Principais áreas de interesse: desenvolvimento de conhecimento científico, modelação numérica e desenvolvimento estudo incidentes nas energias do sol e vento e eventos climáticos extremos. Atualmente, está envolvido no tratamento e análise dos dados históricos atmosféricos, modelação da circulação atmosférica contemplando a influência sobre o oceano e zona costeira.
Rita Ferreira

Investigadora

Rita Ferreira é bióloga marinha com mestrado em Ecologia Marinha pela Universidade de Lisboa. Desenvolveu a sua tese de Mestrado com o Museu da Baleia da Madeira em 2007, focada no impacto da atividade de observação de cetáceos nestes animais. As suas principais áreas de interesse são os cetáceos e a interação da sociedade com a natureza, tendo trabalhado ao longo de vários anos como guia de natureza e observadora de pescas. Atualmente é bolseira de investigação do OOM no CIIMAR-Madeira, onde desenvolve um estudo em ecologia de cetáceos e suas interações com atividades antropogénicas no Arquipélago da Madeira.
Roi Martinez

Investigador

Roi Martínez-Escauriaza licenciou-se em Biologia Marinha pela Universidade de Santiago de Compostela onde também realizou o doutoramento em Biologia Marinha e Aquicultura, tendo o seu trabalho incidido sobre a identificação dos genes implicados no proceso de eliminação de biotoxinas no mexilhão Mytilus galloprovincialis. Participou em embarques no Canadá e no Ártico como observador em campanhas científicas para o Instituto Espanhol de Oceanografia, onde tambén esteve contratado para a elaboraçao de relatórios científicos. Actualmente é bolseiro de investigação do Observatorio Oceânico da Madeira, desenvolvendo o seu trabalho na Direção Regional de Pescas, com o intuito de caracterizar a pesca comercial artesanal e pesca lúdica na Região Autónoma da Madeira.
Rosa Pires

Investigadora

Rosa Pires é licenciada em Biologia Marinha e Pescas, pela Universidade do Algarve e mestre em Conservação Biológica, pela Universidade Metropolitana de Manchester, tendo desenvolvido teses dirigidas ao lobo-marinho. Desde 1993 trabalha no Serviço do Parque Natural da Madeira, como vigilante da natureza (1993-1996) e desde 1997, como técnica superior. É coordenadora do Projeto de Conservação do Lobo-marinho na Madeira, sendo autora de inúmeras publicações de divulgação e de carácter científico sobre esta espécie. Integra o grupo de trabalho do Plano de Ação para a Conservação do Lobo-marinho no Atlântico sob o auspício da Convenção de Bona. Ao longo do seu percurso profissional tem desenvolvido e/ou participado em trabalhos de caracter técnico, científico e pedagógico da Área Marinha incluindo a gestão de áreas protegidas. O seu principal interesse de investigação está associado à conservação – investigar para conservar.
Rui Vieira

Investigador

Rui Vieira é um administrador de sistemas e programador no CIIMAR-Madeira, licenciado em engenharia electrónica e telecomunicações. Desde 2007, esteve envolvido no apoio a vários projetos de investigação científica. Atualmente, está envolvido na gestão dos servidores de web, desenvolvimento de plataformas com dados georreferenciados e interface web, implementação e manutenção de redes e na utilização de modelos numéricos.
+ info
Sara Ferreira

Investigadora

Sara Ferreira licenciou-se em Biologia (Ramo Cientifico) em 2002 e em 2012 concluiu o Mestrado em Biodiversidade e Conservação, ambos na Universidade da Madeira. As suas principais áreas de investigação incidem nas comunidades de Macroalgas do Arquipélago da Madeira (taxonomia e ecologia). Atualmente colabora com o Museu de História Natural do Funchal exercendo funções de Botânica Marinha, sendo responsável pela manutenção do Algário desta instituição. Participou como investigadora nas Campanhas EMEPC/M@rbis/Selvagens 2010 e EMAM/PEPC_M@rbis/2011. Como aluna da Universidade da Madeira integrou a "Expedição Madeira/Galápagos 2001".
Silvia Lourenco

Investigadora

Sílvia Lourenço é licenciada em Biologia Marinha e Pescas pela Universidade do Algarve e doutorada em Biologia Marinha e Aquacultura pela Universidade de Lisboa desde 2015. Colaborou em vários projetos científicos com estudos relacionados com o ciclo de vida de peixes e cefalópodes e a adaptação destes a condições ambientais variáveis. A Sílvia interessa-se pelo estudo do impacto de variações ambientais no ciclo de vida de organismos marinhos, ecologia trófica e nutrição com aplicação de bio-indicadores e diversificação de espécies em aquacultura. Publica e revê com regularidade em revistas científicas internacionais com peer-review. Actualmente desenvolve um projecto de pós-doutoramento no Centro de Maricultura da Calheta (Direção do Serviço de Investigação - DSI/DRP) com o objectivo de avaliar o potencial das populações de ouriço-do- mar da Madeira para a produção em cativeiro e desenvolve-se em colaboração com o Observatório Oceânico da Madeira e com o CIIMAR.
Sonia Costa

Investigadora

Sónia Costa licenciou-se em Biologia - ramo educacional em 2004, pela Universidade de Coimbra e ingressou, posteriormente, no Mestrado em Biologia Animal a que se seguiu um doutoramento em Biologia, especialidade de Ecologia. Na área científica tem centrado a sua investigação nos efeitos ecotoxicológicos de contaminantes em espécies estuarinas. Já lecionou diversas disciplinas ligadas às Ciências da Vida em escolas públicas do Ensino Básico e Secundário e, atualmente, dedica-se à produção de conteúdos e à conceção de atividades educativas com o mar como tema principal.
+ info
Tomasia Fernandes

Investigadora

Tomásia Fernandes é licenciada em Bioquímica e mestre em Bioquímica Aplicada pela Universidade da Madeira desde 2016. O seu projeto/dissertação de mestrado foi efetuado no âmbito do enriquecimento de microalgas em compostos bioativos para aquacultura. As suas principais áreas de interesse culminam na modelação da composição bioquímica das microalgas visando aplicações industriais. Atualmente é bolseira de investigação do OOM no Laboratório de Bioanálises e Biomateriais na Universidade da Madeira, onde desenvolve o estudo da dinâmica da interação dos microplásticos com as microalgas.>


Observatório Oceânico da Madeira
Edifício Madeira Tecnopolo, Piso 0
Caminho da Penteada
9020-105 Funchal
Portugal

Confinanciamento ARDITI
© 2014 - 2017 Observatório Oceânico da Madeira - Todos os direitos reservados   |   (+351) 291 721 216   |